5 etapas simples para ajudar as crianças propensas a procrastinar

5 etapas simples para ajudar as crianças propensas a procrastinar

5 etapas simples para ajudar as crianças propensas a procrastinar

A procrastinação pode ser tão parte de nossa humanidade quanto comer e dormir, mas as crianças adolescentes parecem especialmente vulneráveis.

No A criança procrastinadora: um manual para adultos para ajudar as crianças a parar de adiar as coisas, a autora Rita Emmett explica que o mau hábito é às vezes porque nos sentimos sobrecarregados, distraídos ou desamparados.

Às vezes, o sentimento é resultado do perfeccionismo, pois anda de mãos dadas com a procrastinação. Se seu filho tem medo de falhar em um exame ou em uma tarefa específica, essa ansiedade pode fazer com que ele pare. Ela pode se sentir presa e incapaz de se mobilizar mentalmente. O mau hábito pode continuar na idade adulta, comprometendo sucessos futuros.

Um medo consistente do fracasso pode levar a um padrão de comportamento indeciso que o autor Neil Fiore observa como um sinal de alerta. O hábito agora. Ele também identifica baixa auto-estima e falta de assertividade como bandeiras vermelhas para procrastinar comportamentos.

Aqui estão cinco dicas para ajudar seu filho e você para de procrastinar.

1. Engane seu cérebro.

H√° esperan√ßa. Para combater a tend√™ncia de adiar as coisas, Fiore sugere transformar o pensamento “n√£o quero” em “imagino o que vir√°?” Parece simples, mas o ajuste de atitude √© poderoso. Em certo sentido, essa mudan√ßa sutil engana o c√©rebro para um modo mais produtivo.

2. Fique confort√°vel com os erros.

Ajude seu filho a entender como o perfeccionismo o impede de aumentar a produtividade. As crian√ßas precisam aprender que n√£o h√° problema em cometer erros. Explique que “n√£o perfeito” √© completamente diferente de “falha”. Al√©m disso, √© necess√°rio um certo n√≠vel de conforto com falha.

3. Pense em pedaços menores.

Emmett recomenda ajudar as crianças a dividir tarefas esmagadoras em pedaços menores. Se seu filho tiver um próximo teste da Guerra Civil e simplesmente não conseguir acionar as mudanças, ajude-o a se organizar.

Veja a tarefa de preparar o teste como uma série de etapas do bebê. Ajude-a a fazer uma pequena lista de um plano de ataque, como: reler dois capítulos do texto na segunda-feira, notas de estudo na terça e quarta-feira e cobrir o vocabulário na quinta-feira. Essas estratégias de gerenciamento de tempo podem ajudar bastante a impedir a procrastinação.

4. Defina as expectativas para a conclusão da lição de casa.

Os pais podem influenciar a produtividade de seus filhos estabelecendo regras firmes em casa, oferecendo recompensas e fazendo listas. N√£o deixe de fazer essas regras. A regra b√°sica de “sem TV at√© que sua li√ß√£o de casa esteja pronta” √© um local √≥bvio para come√ßar a conter a procrastina√ß√£o.

O tempo da tela pode ser suspenso ou oferecido como recompensa pelo gerenciamento bem-sucedido do tempo.

5. Remova o STING de se sentir sobrecarregado.

Aqui está uma ótima estratégia do livro de Emmett:

  • Sescolha uma tarefa que voc√™ est√° adiando.
  • Tvoc√™ mesmo e leve uma hora para realizar a tarefa.
  • Eugnore tudo ao seu redor, como o telefone e outras tarefas.
  • No quebras. Uma hora √© realista para um aluno de 8 a 12 anos de idade, mas reduza o tempo se seu filho for mais novo ou tiver dificuldade em se concentrar por tanto tempo.
  • Greceba uma recompensa assim que a tarefa estiver conclu√≠da.