contador gratuito Skip to content

21 raz√Ķes devastadoras para o div√≥rcio e o que dizem as leis

Raz√Ķes devastadoras para o div√≥rcio e o que dizem as leis

Imagem: Shutterstock

Felizes para sempre … As palavras parecem m√°gicas. Ao fazer os votos de casamento, esperamos ter uma vida de conto de fadas com nosso parceiro. S√≥ depois de alguns anos, em alguns casos, apenas alguns meses, √© que a realidade se instala. Aqueles passeios rom√Ęnticos, noites de namoro e buqu√™s de rosas vermelhas parecem ter acontecido no passado distante.

Muitos de n√≥s saem de fantasias e aceitam a realidade porque ainda existem certas coisas boas em nosso casamento. Mas h√° quem se sinta sufocado no relacionamento e veja o div√≥rcio como a √ļnica solu√ß√£o para os problemas do casamento.

Mas quais s√£o as causas do div√≥rcio? As raz√Ķes das pessoas s√£o v√°lidas o suficiente ou elas simplesmente querem encontrar uma maneira de sair do relacionamento? MomJunction fornece os principais motivos do div√≥rcio e explica os motivos legais pelos quais o div√≥rcio √© concedido.

21 raz√Ķes mais comuns para o div√≥rcio:

O boletim de estatísticas de 2011 Divórcios na Inglaterra e no País de Gales diz: A probabilidade de se divorciar para o próximo aniversário de casamento aumenta rapidamente nos primeiros cinco anos de casamento, portanto, entre o quarto e o oitavo aniversário de casamento, a probabilidade de se divorciar para os próximos aniversário é maior 3%

Ap√≥s o oitavo anivers√°rio de casamento, a probabilidade de div√≥rcio diminui ap√≥s esse pico e, no 26¬ļ anivers√°rio, a chance de div√≥rcio no pr√≥ximo anivers√°rio √© inferior a 1%. Aqui est√£o os motivos mais comuns para o div√≥rcio:

1. Assuntos extraconjugais:

Voc√™ pode ter prometido ao seu c√īnjuge ser fiel a ele para sempre e ele pode ter prometido o mesmo. Ao longo dos anos, essas promessas podem ficar emba√ßadas. Voc√™ ou seu marido podem ter conhecido algu√©m que gerou interesse em voc√™ ou pensaram que ele estava lhe dando algo que voc√™ esperava de seu marido.

Segundo um estudo (1), 27% dos divórcios ocorrem devido a trapaça. A infidelidade deixará uma cicatriz duradoura na psique de uma pessoa e também poderá fazer com que você suspeite de seu futuro parceiro.

(Ler: Como saber se seu marido est√° tendo um caso )

2. Finanças:

N√£o importa o quanto eles se amem, eles devem ser pr√°ticos e calcular suas finan√ßas. Os primeiros dias podem ser tranquilos, mas depois de economizar, voc√™ perceber√° que a vida n√£o √© totalmente boa. Se o seu marido estiver desempregado, ou se ele tiver um empr√©stimo crescente, ele poder√° ficar t√£o preso √†s quest√Ķes financeiras que n√£o poder√° ver nenhum amor perdido entre voc√™s.

Além disso, se você acredita em economia para o seu futuro e seu marido é um desperdício, cria uma fenda.

3. Abuso físico e emocional:

Este é um problema sério, exigindo que a vítima termine o casamento. De fato, 34% dos divórcios ocorrem devido a abuso verbal, físico ou emocional. As cicatrizes são visíveis no abuso físico, mas as marcas deixadas pela tortura verbal e emocional são invisíveis, mas angustiantes. Em alguns casos, marido e mulher podem ser abusivos, xingar e bater um no outro.

4. Falta de comunicação:

N√≥s tendemos a estar t√£o ocupados com nossos filhos e carreiras que a pessoa mais importante em nossa vida gradualmente se torna a menos importante. Mal temos tempo para conversar um com o outro. Quando foi a √ļltima vez que voc√™ disse a ele que o amava? Tomamos as coisas como garantidas at√© que o relacionamento alcance um ponto sem retorno.

Se a lacuna na comunica√ß√£o √© a √ļnica causa do div√≥rcio, √© melhor resolv√™-la atrav√©s de aconselhamento profissional e n√£o atrav√©s do div√≥rcio.

5. Não atender às expectativas:

Portanto, se você pensou que seu marido seria um deus grego para sempre, ficaria desapontado ao saber que ele nem sempre pode ser tão bonito e organizado como era quando você estava namorando com ele.

Além disso, naquela época, ele teria sido o garoto perfeito de um filme de Hollywood, sendo cavalheiresco ou personificando a ordem. Alguns meses depois do casamento, você pode perceber que ele também pode ser desorganizado, na verdade, na maioria das vezes.

Como alternativa, seu marido pode querer que você mantenha uma figura de ampulheta mesmo depois de ter filhos, mas você ganhou tanto peso que fica decepcionado com você.

Mudanças são comuns em um casamento. Expectativas mais baixas podem ser aprovadas se as mais importantes, como amor, confiança e compreensão, forem fortes.

(Ler: Anulação do casamento )

6. Vícios:

Uma das causas graves do divórcio, abuso de álcool ou drogas afeta uma família sem remédio. Tem um custo em seus relacionamentos, carreira, finanças e filhos. O vício força a pessoa a mentir para os entes queridos, roubar dinheiro e ser abusiva em casa, o que pode ser perigoso para o seu bem-estar.

7. Estilos parentais:

Você é um disciplinador rigoroso que não pode tolerar o mau comportamento da criança; ele é um pai legal, que é bom em quebrar as regras, já que acha que é normal relaxar as regras de vez em quando. As crianças se desviam para ele e podem não perceber que você é rigoroso porque as ama e quer que elas estejam no caminho certo.

Isso pode começar como uma briga menor, mas se não for cortado pela raiz, pode crescer conforme você deseja se separar de seu marido para trazer os filhos para o seu lado.

8. Incompatibilidade:

Seus sonhos e aspira√ß√Ķes s√£o diferentes dos dele. Voc√™ pode acreditar em trabalhar duro e ganhar riqueza suficiente para relaxar e aproveitar mais tarde na vida. Voc√™ pode levar a vida como ela √© e viv√™-la por enquanto. Voc√™ pode pensar que ele √© muito casual na vida, e ele pode v√™-lo como uma pessoa que leva a vida muito a s√©rio. A menos que voc√™ fa√ßa um cruzamento em algum lugar, sua vida poder√° correr paralela √† dele.

9. Quando o amor não é a base:

Se voc√™ entrar no relacionamento, n√£o por amor m√ļtuo, mas por outra coisa, o casamento terminar√° assim que voc√™ atingir seu objetivo materialista. Se voc√™ se casou com ele porque ele √© sexy ou louco por mulheres, ou se ele se casou com voc√™ por causa de sua riqueza, ent√£o a base n√£o √© forte o suficiente para suportar a passagem do tempo.

10. Insinceridade e desonestidade:

Se o seu casamento ocorreu por outros motivos que não o amor ou o amor desapareceram lentamente do seu relacionamento, a falta de sinceridade se aproxima. Você está lá com ele porque precisa estar presente para os filhos, as finanças ou o status social que o casamento lhe deu. em você.

Da mesma forma, se um dos dois é desonesto com o outro, o casamento certamente desenvolverá rachaduras e eventualmente terminará. Imagine que você compartilhe com ele todos os seus detalhes financeiros, como contas bancárias e senhas, e que um dia ele trairá você. Pode ser devastador não apenas financeiramente, mas também emocionalmente.

(Ler: Estilos parentais que você deve conhecer )

11. Perdendo sua identidade:

Você é uma esposa, uma mãe, uma nora e muito mais, mas é você? Uma década após o casamento, quando você olha para trás e vê seus traços completamente apagados, percebe o que perdeu na vida. Piora quando o marido e a família não reconhecem seus sacrifícios por eles.

Isso n√£o leva necessariamente ao div√≥rcio. Converse com seu c√īnjuge, explique como voc√™ se perdeu do original e por que deseja voltar ao que era antes. Ele entender√° se valoriza sua contribui√ß√£o para a vida dele.

12. Imerso em responsabilidades:

As crian√ßas s√£o de extrema import√Ęncia para voc√™. Qualquer coisa ou algu√©m vem sozinho atr√°s dos seus filhos. Eles exigem cada minuto da sua vida quando s√£o beb√™s, quando crian√ßas, precisam da sua ajuda na educa√ß√£o; a adolesc√™ncia √© a fase mais delicada quando seus filhos precisam de todo o seu apoio.

(Ler: Como contar aos filhos sobre o divórcio )

Se voc√™ √© uma m√£e que trabalha, equilibra seu trabalho e seus filhos o deixar√£o sem tempo para seu c√īnjuge. Seu fim de semana normal ou jantar √† luz de velas que voc√™ teve nos primeiros dias parece ter acontecido em uma √©poca passada.

Voc√™ sempre pode fazer esfor√ßos para diminuir essa dist√Ęncia entre voc√™ e seu marido, desde que o amor e a afei√ß√£o ainda estejam vivos em seu relacionamento.

13. Falta de intimidade física:

Quantas vezes em uma semana voc√™ faz sexo com seu marido? Quando foi a √ļltima vez que voc√™ teve alguns momentos √≠ntimos com ele? Al√©m do sexo, tamb√©m existem outras condi√ß√Ķes f√≠sicas menores, como beijar ou abra√ßar, das quais voc√™ sente falta na sua vida di√°ria.

Isso pode levar gradualmente a um vazio que não pode mais ser preenchido. Aja antes de chegar a essa situação.

14. Um ponto sem retorno:

Conflitos s√£o comuns em um relacionamento. Provavelmente eles s√£o necess√°rios para um casamento saud√°vel. Mas e se eles acontecem com muita frequ√™ncia e em quest√Ķes fr√≠volas? Ele se espalha t√£o desagrad√°vel em suas vidas que seu relacionamento se torna irrecuper√°vel.

15. Relacionamento de longa dist√Ęncia:

A dist√Ęncia f√≠sica pode levar a mal-entendidos, suspeitas e comunica√ß√£o deficiente. Voc√™ suspeitaria dele se ele n√£o atender sua liga√ß√£o ou responder √†s suas mensagens. Inicialmente, voc√™ entenderia, e ele aceitaria sua falta de resposta, mas voc√™s dois n√£o ser√£o capazes de suportar tudo isso por mais tempo!

(Ler: Como ser um bom marido )

16. Sede pelo controle:

Se voc√™ quer ditar termos para ele ou se ele quer controlar tudo em sua vida, haver√° apenas desagrad√°veis ‚Äč‚Äčem suas vidas. Quanto mais intrusivo voc√™ se torna, mais teimoso se torna.

17. Conex√£o com seu ex:

Estar em contato com seu ex-namorado ou marido é bom. Mas se você for além de uma simples saudação e espreitar sua vida com muita frequência, a tensão no seu relacionamento com seu marido aumenta.

18. Filhos de casamento anterior:

Você sabia que ele tem filhos de seu casamento anterior, ele sabia que seus filhos estarão com ele depois que vocês dois se casarem. Parecia tudo certo antes do casamento, pois ambos pensavam que não era difícil ter uma família mista. Mas a realidade só morde depois que todos começam a viver juntos.

19. Interferência dos pais:

A sogra recebe atualiza√ß√Ķes di√°rias do filho ou da m√£e, dando aulas de orienta√ß√£o sobre o que fazer com o marido. Eles ficam com voc√™ e interferem em todas as conversas que ocorrem entre voc√™ e seu parceiro. √Č chato ter algu√©m enfiando o nariz nos seus assuntos. Eles precisam da sua orienta√ß√£o, pois s√£o mais experientes que voc√™, mas, ao mesmo tempo, n√£o podem preencher todos os momentos da sua vida de casados ‚Äč‚Äčcom a sua presen√ßa.

20. Ci√ļme e inseguran√ßa:

Uma bela jovem piscou para o marido na festa da noite anterior e n√£o conseguiu dormir depois de chegar em casa. Ou ela parou de beijar voc√™ antes de ir trabalhar e mandar uma mensagem depois que ela chegou ao escrit√≥rio. Voc√™ n√£o recebe sua liga√ß√£o e n√£o se preocupa em explicar por que n√£o conseguiu atender sua liga√ß√£o. Ele mant√©m o telefone bloqueado com uma senha, l√™ secretamente suas mensagens e ri delas. Existem raz√Ķes v√°lidas o suficiente para se tornar inseguro? Se voc√™ se basear nessas coisas, ir√° para o div√≥rcio, mas se conversar com ele ou tentar investig√°-lo mais, ainda poder√° ter a chance de salvar seu casamento.

(Ler: Como você pode manter a intimidade no casamento? )

21. Antecedentes culturais:

As diferen√ßas culturais podem ser controversas para os casais rec√©m-casados. Quando voc√™ est√° apaixonado, n√£o precisa se preocupar com as tradi√ß√Ķes e pr√°ticas de seus amantes, mas, quando se tornar uma fam√≠lia, espera-se que os aceite. Os assuntos podem piorar se voc√™s forem de duas religi√Ķes diferentes e estiverem intimamente ligados √†s suas respectivas pr√°ticas.

Fatores de risco do divórcio:

Qualquer casamento pode resultar em divórcio se não houver relacionamento, confiança, entendimento e amor entre o casal. No entanto, certos casamentos têm um risco maior. Segundo um relatório (2), estes são os casamentos mais arriscados:

1. idade jovem:

Casamentos precoces, geralmente casamentos adolescentes, têm mais probabilidade de terminar em divórcio, principalmente nos primeiros anos. O risco diminui quando os casais atingem os 20 anos, pois tendem a amadurecer mais.

2. Educação:

Casais com menos escolaridade têm maior probabilidade de se divorciar. Por exemplo, aqueles com ensino superior estão em melhor posição do que aqueles que concluíram seus estudos no ensino médio.

3. Baixa renda:

Segundo a pesquisa, as pessoas com renda anual inferior a US $ 50.000 têm maior probabilidade de pedir o divórcio do que aquelas com renda mais alta do que isso. Escusado será dizer que as finanças ou a falta delas criam uma lacuna entre o casal.

4. Viver juntos antes do casamento:

Viver juntos antes do casamento os priva de toda a emo√ß√£o de se casar e de estar com o c√īnjuge. N√£o h√° diferen√ßa na vida antes e depois do casamento, e n√£o h√° nada novo. Voc√™ n√£o pode entender a import√Ęncia do casamento ou a necessidade de compromisso.

O risco de separa√ß√£o √© ainda maior para pessoas que vivem com m√ļltiplos parceiros.

5. Paternidade antes do casamento:

Imagine ter um filho antes mesmo de decidir se casar. Ele mora com o parceiro, tem um filho e precisa se casar apenas para que esse nascimento seja legítimo. Quanto tempo você pode se sustentar em tal arranjo, apenas pelo bem do bebê? A maioria desses pais se separa quando a criança vai para a escola.

Nos Estados Unidos, 37% das crianças nascem fora do casamento.

(Ler: Sintomas de relação tóxica )

6. Não há crenças religiosas:

Toda religi√£o imp√Ķe certas restri√ß√Ķes ao nosso comportamento e conduta moral. Para pessoas que n√£o seguem nenhuma religi√£o, essas limita√ß√Ķes n√£o existem.

7. O divórcio dos pais:

Se seus pais s√£o divorciados e voc√™ n√£o foi criado em um ambiente familiar ideal, talvez voc√™ n√£o entenda a import√Ęncia dos relacionamentos. Pais divorciados dobram o risco de div√≥rcio. E se o seu c√īnjuge tamb√©m separou os pais, suas chances de div√≥rcio s√£o triplicadas.

Estas podem ser algumas das principais causas de divórcio. Mas isso não significa que você deva falhar em seu casamento. Você pode ter que trabalhar mais do que os outros para fazer seu relacionamento funcionar. E se seus sentimentos um pelo outro são fortes, nenhum fator pode ser um risco para você.

(Ler: Vida após o divórcio )

Motivos legais para o divórcio:

Voc√™ n√£o se divorcia apenas porque n√£o est√° mais disposto a viver com seu c√īnjuge. O tribunal est√° buscando que voc√™ mostre que possui diferen√ßas irreconcili√°veis ‚Äč‚Äčem seu casamento. (3)

Cada pa√≠s tem suas pr√≥prias leis sobre o div√≥rcio. Dentro dos Estados Unidos, as leis diferem entre os estados. No entanto, a maioria dos pa√≠ses reconhece certas raz√Ķes como v√°lidas para o div√≥rcio.

Na Am√©rica do Norte, as bases legais s√£o segregadas em Na falta e N√£o falha. Como os nomes sugerem, Nenhuma falha ou Nenhuma disputa √© onde nenhum agiu errado e a separa√ß√£o √© m√ļtua, enquanto Nenhuma falha √© uma situa√ß√£o em que a esposa ou o marido fizeram algo errado ao outro.

Aqui estão os motivos mais comuns pelos quais você pode pedir o divórcio:

Sem culpa:

1. Repartição irrecuperável:

Esta é uma razão sem culpa, na qual marido e mulher concordam em se separar legalmente. Você pode se divorciar quando a custódia de seus filhos, a divisão de propriedades, pensão alimentícia etc. forem resolvidos ou decididos mutuamente.

2. Separação por um ano:

Se voc√™ mora separado do seu c√īnjuge por um ano, √© um motivo v√°lido para o div√≥rcio com consentimento m√ļtuo. Viver separadamente nem sempre significa viver em um lugar diferente. Ambos podem viver sob o mesmo abrigo, mas n√£o como casal. No entanto, este √ļltimo caso √© dif√≠cil de provar em tribunal.

Na Inglaterra, o período mínimo de separação é de dois anos.

(Ler: Como superar a inseguran√ßa e o ci√ļme no casamento )

Por culpa:

3. Separação por dois anos:

Separar-se do seu c√īnjuge por dois anos ou mais √© motivo suficiente para se divorciar, mesmo se o seu parceiro n√£o consentir. Na Inglaterra, esse per√≠odo √© de cinco anos.

4. Deserção ou prisão:

Se seu c√īnjuge o abandonou ou o enviou por mais de um ano, a deser√ß√£o √© um motivo para o div√≥rcio. S√£o dois anos na Inglaterra. Se o seu c√īnjuge est√° preso h√° tr√™s anos ou mais, √© um motivo aceit√°vel para o div√≥rcio.

(Ler: Como lidar com problemas de abandono )

5. Crueldade:

Voc√™ pode citar um relacionamento abusivo buscando o div√≥rcio. Voc√™ pode solicitar que seu c√īnjuge tenha sido cruel, abusivo e violento e que tenha recebido tratamento desumano (incluindo sexo for√ßado). No entanto, o tribunal pode buscar provas disso, uma vez que o div√≥rcio seria contestado.

6. Adultério:

No caso de seu marido ter um relacionamento extraconjugal, você pode se divorciar. No entanto, isso não funcionará se você conhecer o adultério dele, mas continuar tendo um relacionamento com ele, se o encorajou a fazê-lo ou se o traiu. No entanto, o adultério pode ser motivo de divórcio.

Na Inglaterra, o sexo do mesmo sexo não é considerado adultério. Isso é válido mesmo se o seu casamento for do mesmo sexo (4).

√Č dif√≠cil provar o adult√©rio, pois voc√™ precisa de uma testemunha para testemunhar e seu testemunho n√£o √© aceito.

7. Condi√ß√Ķes sanit√°rias:

Em alguns pa√≠ses, condi√ß√Ķes de sa√ļde como impot√™ncia e insanidade, que n√£o foram divulgadas no momento do casamento, s√£o consideradas um motivo razo√°vel aceito para o div√≥rcio.

(Ler: Efeitos do divórcio nos filhos )

Raz√Ķes b√≠blicas para o div√≥rcio:

Existem bases bíblicas para o divórcio. As escrituras religiosas ajudam os crentes a viver em harmonia. Eles não incentivam a separação das famílias. A Bíblia pede que seus seguidores confessem qualquer irregularidade, perdoem os infratores e tentem restabelecer o relacionamento por meio de aconselhamento.

No entanto, o Novo Testamento reconhece duas raz√Ķes para o div√≥rcio: adult√©rio e deser√ß√£o (5).

O div√≥rcio √© uma fase dif√≠cil da vida e esgota voc√™ e seu c√īnjuge fisicamente, emocionalmente e, √†s vezes, financeiramente. Este deve ser o √ļltimo recurso para restaurar a paz em sua vida. Se voc√™ tem filhos, eles se tornam uma parte importante da sua decis√£o de se separar legalmente.

Tomando aconselhamento profissional irá ajudá-lo nestes tempos difíceis.

Perguntas frequentes

1. Quantos ou qual porcentagem de casamentos termina em divórcio?

Nos Estados Unidos, quase 42% dos casamentos que ocorreram entre 15 e 46 anos terminaram quando as mulheres completaram 46 anos (6). As estatísticas no Reino Unido mostram que 42% dos casamentos na Inglaterra e no País de Gales terminam em divórcio (7).

Segundo dados compilados pela Wikipedia, (8) a Bélgica tem a maior taxa de divórcios com 71%, Portugal com 68% e Hungria com 67%. Vários outros países europeus têm uma taxa de divórcio mais alta que os Estados Unidos. O Chile tem o mais baixo, com 3%.

(Ler: Como lidar com um parceiro narcísico)

2. Qual √© o motivo mais comum ou o n√ļmero um para o div√≥rcio?

De acordo com um estudo da Universidade de Harvard, a raz√£o mais importante para o div√≥rcio √© o status de emprego dos c√īnjuges. Portanto, homens que n√£o t√™m emprego em per√≠odo integral t√™m maior probabilidade de se divorciar do que aqueles com emprego em per√≠odo integral.

A empresa de contabilidade Grant Thornton descobriu que o principal motivo de div√≥rcio no Reino Unido n√£o √© amar o c√īnjuge. Voc√™ n√£o est√° mais apaixonado por seu c√īnjuge e quer sair do relacionamento.

Uma pesquisa do Instituto Austin diz que o motivo mais comum para as mulheres se divorciarem é o abuso emocional (37%), enquanto para os homens (mais de 30%) é cansativo o mau desempenho do trabalho. (9)

Quais são seus pontos de vista sobre o divórcio? Na sua opinião, quais são os motivos da alta taxa de divórcios? Deixe-nos saber seus pensamentos na seção de comentários abaixo.

Artigos recomendados:

Os comentários são moderados pela equipe editorial da MomJunction para remover qualquer comentário pessoal, abusivo, promocional, provocador ou irrelevante. Também podemos remover hiperlinks nos comentários.