20 dicas essenciais para viajar com crianças

Viajar com crianças

Seja viajando com crianças em idade pré-escolar ou com outras crianças; toda a viagem pode se transformar em um pesadelo quando as coisas ficam loucas e fora de controle. As etapas principais precisam ser tomadas durante o planejamento da viagem, exigindo uma espécie de comunhão com todos os que estão em casa. Essa mentalidade precisa ser posta em ação também quando você estiver na viagem real, e as coisas podem não necessariamente ir de acordo com o planejado. Algumas crianças não gostam da perspectiva de viajar, enquanto outras podem ficar empolgadas cedo, mas logo ficam entediadas quando a viagem começa. Levar em conta todas essas possibilidades ao viajar com crianças funcionará em seu benefício a longo prazo.

Lista de verificação para os pais quando viajam com crianças

Para tornar mais fácil para os pais que estão tentando viajar com seus filhos pela primeira vez ou até mesmo novamente, reunimos uma lista de verificação de viagens de crianças e bebês com inúmeras dicas e conselhos, que podem ajudá-lo a organizar sua viagem com facilidade .

1. Não se apresse

Que este seja o seu mantra, independentemente do estágio da viagem. Ao planejar sua viagem juntos, cuide de todas as contingências e mantenha um bom tempo em cada lugar para garantir que você não esteja correndo para chegar a outro lugar. Isso pode acontecer facilmente quando você se atrasa para o seu voo ou trem. O filme Sozinho em Casa pode ser ficção, mas as crianças geralmente se perdem na azáfama da jornada. Seja paciente e calmo, onde quer que esteja.

2. Restrinja sua bagagem

A maioria das pessoas tende a superestimar suas necessidades durante a viagem e acaba acumulando muitas coisas que nem sequer podem usar durante a viagem. Empacotar demais pode ser facilmente confuso, pois cada item pode parecer necessário. Faça suas escolhas e priorize o essencial, além de manter uma perspectiva racional dos descartáveis. Um monte de coisas, como fraldas ou lenços, podem ser comprados onde quer que você esteja, então você só precisa levar um monte deles com você.

3. Escolha entre casas e hotéis

Essa é uma escolha em que o entendimento de sua própria família pode desempenhar um papel vital ou mesmo a escolha voluntária. Dependendo de onde você estiver viajando, você pode estar em dúvida sobre reservar um hotel ou uma casa de férias. Um hotel tem seus benefícios, cuidando de inúmeras atividades para você. Mas ter um lar só para você pode lhe dar a liberdade de torná-lo o mais confortável possível, além de trazer uma sensação de privacidade absoluta. Pense bem nisso.

4. Reserve o local após examinar a localização

Pode ser tentador ver rapidamente o preço dos quartos e reservar imediatamente. Claro, as críticas são boas e a classificação pode ser fantástica. Mas a presença do hotel em uma colina alta pode causar problemas ao empurrar o carrinho de bebê até o fim. Você pode estar se recuperando de sua gravidez, tornando a caminhada toda uma agitada. Esses fatores aleatórios podem desempenhar um papel importante na decisão do clima da sua viagem.

5. Marque seu filho

Alguns pais podem achar isso animalesco, mas é benéfico para o seu filho. Não importa quão bem você planeje, as crianças são variáveis ​​aleatórias que podem trazer circunstâncias imprevistas à sua equação perfeita. Certifique-se de colocar uma identidade em seu filho, na forma de um medalhão em volta do pescoço ou de uma tatuagem temporária, com todos os detalhes necessários para entrar em contato com você, caso seu filho se afaste.

6. A piscina com o mar

Ir à praia pode ser a sua escolha, mas seus filhos podem preferir passar a maior parte do tempo brincando na piscina. Se você estiver levando seus filhos ao mar pela primeira vez, esteja preparado para isso, pois eles podem não estar na mesma página que você. Reserve um local com piscina nas proximidades, para que seus filhos possam mergulhar na água que quiserem.

7. Um carrinho de bebê versus um estilingue

Carregar seu filho ou seu filho é mais uma decisão a ser tomada. Ter um carrinho de bebê leve, compacto e adequado à sua bagagem, é uma ótima opção que ocupa pouco espaço e oferece a liberdade de não carregar a criança. Alguns pais preferem ter um estilingue sem as mãos ao redor do corpo para segurar o filho também. Isso geralmente depende do peso do seu filho e do seu nível de condicionamento físico.

8. Organize a bagagem adequadamente

Ao viajar em vôos, você deve tomar um cuidado extra ao fazer as malas. Leve a bagagem certa na bolsa certa. Isso precisa ser uma combinação de itens que seu filho possa exigir no voo, em vez de manter as normas de peso para bagagem de mão e de check-in. Tente usar mochilas para manter alguns itens que você costuma usar corretamente, para que não sejam adicionados à bagagem de mão.

9. Escolha os voos certos

Aqui está outra situação que requer um equilíbrio entre facilidade e custo. Indo para um vôo com olhos vermelhos pode economizar algum dinheiro, mas tenha certeza de que seus filhos ficarão irritados e que seu primeiro dia de viagem após a aterrissagem talvez não seja o ideal. Além disso, fazer com que o seu filho chore durante o voo é perturbador para você e para todos os outros. Melhor escolher voos noturnos, mesmo que você precise pagar um pouco mais.

10. Escolha os lugares certos

Ao viajar de trem, tente obter assentos na janela para que seu filho tenha algo para olhar e não fique entediado. Enquanto estiver em um avião, opte por um assento no corredor na área central do avião para facilitar o passeio com seu filho ou usar o banheiro, se necessário.

11. Pesquise seus locais de viagem

Viajar para um lugar exótico pode estar nos seus cartões, mas pode haver certas precauções que você descobriria somente depois de chegar lá. Isso pode variar desde a propensão a certas doenças ou regras relacionadas a vistos que você desconhecia inicialmente. Eduque-se completamente a respeito disso.

12. Uma viagem de prática

Antes de sair de férias para um destino distante, opte por um doméstico menor. Isso pode lhe dar uma idéia de quão bem você consegue seguir seu plano e de como seu filho se sente confortável com todo o conceito de viagem.

13. Faça check-ins na Web

Sim, alguns deles podem custar um pouco mais, mas vale a pena ficar tranqüilo quando você pode caminhar até o aeroporto, deixar sua bagagem, passar pela segurança e aguardar seu voo. É sempre melhor ficar na fila por longas horas e aguardar o seu cartão de embarque.

14. Mantenha intervalos suficientes

Algumas crianças tendem a achar viajar um pouco agitado demais. Ir constantemente de um lugar para outro pode torná-los exigentes. Faça algumas pausas entre cada trecho da jornada para que não sintam vontade de cumprir um prazo.

15. Hipoteste seus erros

Identificar o planejamento e ter tudo decidido de acordo com a letra pode fazer todo o seu programa parecer invulnerável. Mas mantenha a mente aberta e tente analisar cada item, imaginando o que poderia dar errado com ele. Verifique se você possui contingências para lidar com esses problemas.

16. Sente seus filhos

Depois de tirar férias, junte seus filhos e acompanhe-os durante toda a viagem. Isso os ajuda a ficar entusiasmados com as férias, a ter uma idéia melhor do que está por vir ou a informá-lo sobre certos problemas que eles podem ter.

17. Mantenha espaço para improvisação

O planejamento é bom, mas o excesso de planejamento não é. Você pode ter decidido visitar um museu popular, mas pode encontrar um lugar ainda interessante depois de chegar à sua localização. Mantenha espaço para decisões improvisadas e altere seus planos de acordo.

18. Viajar com outra família

Ter mais algumas mãos para ajudá-lo com algumas coisas sempre funciona melhor. Compreenda a divisão das despesas antes de partir para a viagem, para poder se concentrar na viagem e não se preocupar com dinheiro.

19. Fique calmo

As coisas podem dar errado durante a viagem e o pior que você pode ter é uma criança que está surtando. Mantendo-se calma, você também pode ajudar a criança a se acalmar e a lidar com a situação de uma maneira melhor.

20. Aproveite a viagem

Pensar constantemente no plano e nos problemas e problemas não traz boas férias. Lembre-se de deixar o controle constante e seguir o fluxo de vez em quando.

Lembrar algumas dicas para viajar com crianças pequenas pode ajudá-lo de várias maneiras a enfrentar situações estressantes que podem surgir antes ou durante sua viagem. Sua viagem pode não ser necessariamente livre de problemas, mas você sempre poderá lidar melhor com ela e fazer com que as férias sejam lembradas por todos.

Leia também: Alimentos para transportar e evitar enquanto viaja com bebês e crianças pequenas