17 sinais de que você é um pai rigoroso

Sinais de que você é um pai rigoroso

Sinais de que você é um pai rigoroso

Imagem: Shutterstock

Você decide tudo pelo seu filho. Eles não podem questionar suas regras, e você deve saber exatamente o que eles estão fazendo e responsabilizá-los. Se você perder uma regra, você a castiga.

Isso ressoa com você? É assim que um pai estrito típico se comporta. Mas essa é a maneira correta de ser pai? Você pode fazer algo de bom para a criança ou isso a prejudicará?

MomJunction responde a todas essas perguntas neste post. Continue lendo.

O que é uma paternidade estrita?

A criação de filhos estritos envolve a aplicação rígida de regras e restrições de comportamento, escolhas, atividades e até a rotina diária do seu filho.

É caracterizada por altas expectativas e possui penalidades severas como consequência do não cumprimento de normas e regras estabelecidas.

No entanto, a palavra estrito é subjetiva, pois não há um manual formal para os pais. Os pais que seguem o mesmo estilo que você não consideram rigoroso. Mas outros pais podem.

voltar

Sinais de que você é um pai rigoroso

Você nem sempre percebe que está sendo rigoroso demais para proteger seu filho. Portanto, procure estes sinais de um pai estrito:

  1. O filho dela é o primeiro a sair de uma festa e ir para casa. Defina um horário para que seus filhos / adolescentes cheguem em casa depois de uma festa, e é tão cedo que eles serão os primeiros a deixar cada festa.
  1. Nunca permita que seu filho passe a noite ou saia à noite. Nunca é recomendável sair com os amigos e você nem consegue pensar em ficar em um lugar de amigos.
  1. Você aceita as demandas de seus jovens apenas quando está de bom humor. Seus filhos não o consideram acessível. Em vez disso, eles têm medo e esperam que você esteja de bom humor antes de perguntar qualquer coisa.
  1. É sempre uma vez. Isso permitirá que seu filho saia apenas uma vez por mês, mas não todo fim de semana.
  1. Seu filho ou filha está mentindo para você. Quando crianças e adolescentes têm muito medo das reações de seus pais e das consequências de fazer algo desagradável, elas se voltam para mentiras.
  1. Você nunca falou com seu adolescente. Para um pai rigoroso, é muito pessoal falar sobre puberdade e você não pode imaginar ser gentil e aberto com seu filho adolescente. Então, você deixa para eles descobrirem.
  1. Apenas conversas formais. Durante jantares em família, ele só fala sobre suas notas e escola, e nunca sobre sua vida social.
  1. Você ainda escolhe para o seu filho adolescente. Você não permite que seu filho use nada de sua escolha. E se o fizerem, faça comentários não tão agradáveis.
  1. Você não aceitará nada inaceitável. Você não pode imaginar seu filho ou filha pintando os cabelos ou vestindo roupas reveladoras. Tais ações terão consequências estritas.
  1. Seus filhos estão desconfortáveis ​​com você. Quando você está por perto, seus filhos não se sentem confortáveis ​​em expressar suas idéias, rindo alto ou conversando com seus amigos.
  1. Nunca ria com seus filhos. Você nunca faz piadas na frente de seus filhos e vice-versa.
  1. Um erro se torna muito grande. Se seu filho não receber uma ligação sua, você assume o pior. E, às vezes, você até tira o telefone dele.
  1. Seus castigos são muito severos. Como você não segue uma regra, não conversa com seu filho ou retira seu afeto por muito tempo.
  1. Você não aceita feedback. Tudo o que você disser, é esperado que seu filho o siga. Não há possibilidade de discutir e trocar idéias sobre o assunto.
  1. Falta de diversão em casa. Você dificilmente faz coisas divertidas e passa momentos felizes com seus filhos, apenas porque deve sempre manter seu rigor.
  1. A diversão para o seu filho está em algum lugar fora de casa. Seu filho sempre pensa em passar o tempo livre fora de casa, ao ar livre ou na casa de amigos. E eles fazem isso mentindo para você.
  1. Seu adolescente / criança se retira de você. Talvez seu filho esteja se retraindo devido à sua rigidez avassaladora.

Alguns dos sinais acima não fazem de você um pai rigoroso, porque também são seguidos por pais menos estritos. É a rigidez que faz a diferença. Vejamos as outras diferenças.

voltar

Parentalidade estrita vs. normal

A seguir estão as diferenças entre pais estritos e pais normais:

Parentalidade estritaEnvelhecimento normal
Para pais rigorosos, existem regras para todos os aspectos da vida de seus filhos e eles são insubstituíveis. Pais normais estabelecem regras e consequências, mas não são rígidas.
Pais rigorosos punem os filhos por pequenos erros. Dessa forma, eles tentam mostrar sua preocupação e cuidar da criança. Eles não acreditam em punir as crianças, mas as fazem perceber seus erros de forma construtiva.
Eles raramente dizem sim aos pedidos de seus jovens. Essas crianças costumam parar de pedir coisas depois de um tempo, sabendo que seus pais vão discordar de qualquer maneira. Os pais normais acreditam em dar uma resposta afirmativa ao pedido de uma criança, se for razoável. Mas eles consideram se dizem sim prejudicaria a criança.
Pais rigorosos estabelecem regras em relação ao desempenho acadêmico e escolar. Eles esperam que as crianças se saiam bem em estudos e outras atividades. Falha não é facilmente tomada. Eles entendem a importância dos acadêmicos e da educação. Embora estabeleçam regras para o aprendizado, elas também entendem as habilidades da criança e não as repreendem por suas falhas.
Eles obcecam durante o toque de recolher e não permita que seus filhos fiquem longe de casa por muito tempo. Os pais normais dão aos filhos a liberdade de sair com os amigos e se divertir. Mas eles deixam claro para as crianças que não podem abusar da liberdade.

Embora nem sempre seja aconselhável ser rigoroso com seu filho, ele também traz alguns benefícios.

voltar

Quais são as vantagens de ser pais rigorosos?

A rigidez durante a infância pode beneficiar as crianças mais tarde na vida. Aqui estão algumas das vantagens da parentalidade estrita:

  1. Performance acadêmica: Pais rigorosos pressionam seus filhos a trabalharem duro, serem bons acadêmicos e conseguirem um bom emprego. Eles estabelecem altos padrões para seus filhos e são criados e treinados para sempre mirar alto.
  1. Controle automático: Pais rigorosos fazem seus filhos seguirem limites e limites específicos. Dessa maneira, as crianças aprendem a ter melhor controle sobre si mesmas. Eles são menos propensos a cair sob pressão dos colegas.
  1. Auto confiança: Quando os pais constantemente pressionam seus filhos para melhorar e trabalhar mais, eles aprendem a lidar com situações difíceis. Isso pode resultar em sucesso e confiança.

Lembre-se de que essas vantagens da criação rigorosa dos pais têm um custo.

voltar

Quais são os efeitos negativos da parentalidade estrita?

Vejamos agora os efeitos adversos da parentalidade estrita:

  1. Baixa auto-estima: Pais rigorosos não valorizam a opinião de seus filhos. Eles são rejeitados por expressar suas idéias ou preocupações. Isso faz com que as crianças tenham dúvidas sobre suas decisões e podem levar à baixa auto-estima.
  1. Não consigo pensar de forma independente: As crianças / adolescentes criados por pais rigorosos estão tão acostumados a seguir conselhos e instruções que lhes falta pensamento independente. Eles nunca ouvem seus instintos para tomar uma decisão.
  1. Passivo por natureza: Com os pais sempre no controle de suas vidas, os filhos se tornam passivos em relação a suas próprias vidas. Eles se recusam a assumir o controle de sua vida mesmo depois de crescer.
  1. Nunca experimente: Quando as crianças têm medo do fracasso ou cometem erros, jogam pelo seguro. Eles normalmente evitariam tentar algo novo.
  1. Mentalmente rígido: A rigidez de pais rigorosos afeta seus filhos à medida que se acostumam com essa atmosfera em casa. Eles tendem a ver o mundo apenas em preto e branco e podem não vê-lo em todas as suas tonalidades e aceitar diferentes tipos de pessoas.
  1. Estressado: As crianças sentem-se estressadas, pois sempre precisam ser cautelosas diante dos pais. Eles precisam estar cientes do que estão falando, fazendo e pensando.
  1. Ocultar emoções: Com o tempo, os filhos criados por pais estritos aprendem a esconder seus sentimentos e emoções, pois entendem que ter maus sentimentos não é aceitável.

voltar

Sua intenção de ser um pai rigoroso poderia ser boa. Você pode disciplinar seus filhos para simplificar suas vidas, estruturá-los e torná-los disciplinados e bem-sucedidos. Mas e se você pudesse fazer tudo isso sem ser muito rigoroso? Explore maneiras de percorrer um caminho intermediário, onde não é muito rigoroso nem perdoa.

Você tem alguma experiência ou sugestão para compartilhar? Escreva-nos na seção de comentários abaixo.

Os comentários são moderados pela equipe editorial da MomJunction para remover qualquer comentário pessoal, abusivo, promocional, provocador ou irrelevante. Também podemos remover hiperlinks nos comentários.