10 coisas que eu odiava sobre a gravidez

10 coisas que eu odiava sobre a gravidez

10 coisas que eu odiava sobre a gravidez

1. Não posso mais desfrutar de uma risada calorosa ou até experimentar um espirro improvisado sem fazer xixi. Estou inventando Depends EasyFit GRAVIDEZ SLIMS para aqueles de nós que se molham um pouco ao longo do dia.

2. A surpresa da madrugada das cãibras repentinas nos pés, tão dolorosas que tiro da cama de um sono profundo e começo a pular com um pé enquanto seguro o outro e gritando: Ai, ai, ai, ai, ai como um personagem de desenho animado. De alguma forma, os hubs dormem com esse drama todas as vezes. O que me faz querer acordá-lo e dizer: Cara, essas cólicas são difíceis. Desculpe, eu acordei você.

3. De repente, minha n√°usea no in√≠cio da gravidez muda de id√©ia e volta depois de sair por 2 meses. Na semana passada, Asher, que √© extremamente apegado ao seu penico de sapo e se recusa a usar um banheiro regular em casa, mijou e fez coc√ī no penico, fazendo uma deliciosa sopa de coc√ī. Comecei a engasgar assim que o peguei e, uma vez que eu o coloquei no penico, vomitei em cima dele. Essa merda √© fascinante.

4. Arrumar minhas calças elásticas para gravidez na cintura o dia inteiro. Sento e levanto, puxo-os de volta. Eu ando 4 passos, de alguma forma, fazendo com que eles descam meus quadris alguns centímetros, eu os puxo de volta. O dia inteiro, puxão, puxão, puxão, puxão, engate, engate, engate, engate. Cadela, cadela, cadela. Eu acho que posso ficar mu-mu completo pelo resto da minha gravidez.

5. Peitos t√£o grandes que n√£o existe suti√£ que possa lidar com eles. Estou pensando em contratar alguns an√Ķes para carreg√°-los para mim o dia todo. N√£o pretendo ofender as pessoas pequenas, mas claramente existe uma exig√™ncia de (falta de) altura, e as crian√ßas n√£o podem fazer o trabalho por causa dessas leis traquinas do trabalho infantil.

6. Areolas do tamanho de panquecas de prata. Sem nenhum exagero. Yummmmm.

7. A incapacidade de ver qualquer coisa debaixo da minha barriga, mais infelizmente, minha linha do biquíni. Pego a navalha, faço a barba às cegas e corajosamente espero por lábios intactos.

8. Uma incapacidade adquirida recentemente para dormir a noite toda, o que certamente é uma indicação da futura disposição para dormir da criança que estou carregando. Lancei e virei a noite toda, nada fácil com uma barriga grande e um travesseiro gigante para o corpo. E depois há o prático despertador hormonal interno, que dispara todas as manhãs por volta das 5h e se recusa a desligar ou até mesmo adiar por 4 minutos. Exatamente o que todos acolhem com grande alegria uma mulher grávida, já irritadiça e hormonal, que adicionou blobzilla mal-intencionada em seu currículo porque ela não consegue dormir.

9. L√°grimas, e n√£o choro, que surgem do nada por raz√Ķes rid√≠culas. Com a minha primeira gravidez, meu marido me pegou escondida na cozinha com a √°gua correndo a todo vapor para cobrir as respira√ß√Ķes irregulares e os gemidos de um colapso completo. Quando ele me perguntou o que estava errado, eu disse que n√£o estava brincando, pingava picol√© vermelho na minha camisa. Algumas semanas atr√°s, comecei a tagarelar enquanto assistia a um epis√≥dio de Dance Moms. Um show que eu estou t√£o mortificado de admitir que vi que estava com vontade de chorar novamente agora.

10. Estranhos bem-intencionados, geralmente na fila do caixa no supermercado ou na Target, que todos fazem as mesmas perguntas. Quando você deve? Seguido por, é um menino ou uma menina? Seguido por Como você vai chamá-lo? E então prossiga para estender a mão e tente esfregar minha barriga.

Juro, desta vez estou vestindo uma camiseta que diz:

Por favor, n√£o me toque

O garoto sem nome

Previs√£o para abril de 2013